A federação de esgrima francesa está tentando trazer novos praticantes para o esporte e recorreu a Star Wars para isso. E esse momento é nosso!

Reconhecido oficialmente como esporte competitivo, o duelo com sabre de luz ganha o mesmo status que o florete, a espada e o sabre, lâminas tradicionais usadas no esporte olímpico.

A ideia por trás da proposta é fazer com que as pessoas larguem uma vida sedentária e comecem a praticar esportes. Pensando nisso, a Federação Francesa de Esgrima está equipando clubes de esgrima com sabres de luz e treinando instrutores.

“Com os jovens de hoje, isso é um problema real de saúde pública. Eles não praticam nenhum esporte e apenas se exercitam com seus dedos”, afirma Serge Aubailly, secretário-geral da federação. “Está se tornando difícil persuadí-los a praticar um esporte que não tenha ligação em sair do sofá e jogar apenas com um polegar. É por isso que estamos tentando criar uma relação entre nossa disciplina e as tecnologias modernas, desta forma, participar de um esporte parece natural.”

O esporte parece novidade aqui pra gente, mas ele já vem sendo praticado a um bom tempo por lá. Já acontecem competições com regras elaboradas, público e tudo mais:

Começando o esporte a partir do zero, organizadores franceses produziram regras de competição que pretendem fazer o duelo de sabre de luz tanto competitivo quanto bonito de se ver.

“Nós queríamos que fosse seguro, organizado e, principalmente, queríamos produzir algo que ficasse visualmente parecido com os filmes, porque é isso que as pessoas esperam”, afirmou Michel Ortiz, organizador do torneio.

Os combatentes lutam dentro de um círculo marcado com fita no chão. Golpes na cabeça ou no tronco valem cinco pontos. Nos braços e pernas, três pontos. Nas mãos, um ponto. O primeiro a fazer 15 pontos vence, ou, caso ninguém chegue a esse tanto, quem marcar mais pontos em três minutos. Se os dois lutadores chegarem aos 10 pontos, o combate entra na “morte súbita”, onde o primeiro a fazer um acerto na cabeça ou no tronco ganha.

Golpes contam apenas se os lutadores apontarem primeiro a ponta de seus sabres atrás deles. Essa regra prevê golpes rápidos vistos na esgrima. Em vez disso, a regra encoraja golpes mais fáceis para a plateia ver e aproveitar, e que evoquem mais os duelos de Star Wars. –

Fonte: Estadão

No Youtube você consegue achar vários tutoriais onde são ensinados maneiras de como brincar e manusear sabres de luz como visto nos filmes. O vídeo acima mostra um duelo que rolou durante uma competição de corografias com sabres de luz em Moscou.

Aqui no Brasil você encontra grupos de pessoas como Blade – Saber Time que se encontram regularmente para praticar coreografias e técnicas de combate para futuras apresentações.

Comentar você deve!

Davi Simon

Pai do Lucas, modelo e atriz.